ROMILSON MUNIZ , fala sobre o objetivo do protesto .

O presidente da Federação Municipal das Associações de Valença (Femamva), Romilson Muniz, lamentou os atos de vandalismos, com depredação do prédio da Câmara de Vereadores de Valença e dos saques nas lojas da família do prefeito Ramiro Queiroz. O protesto, que buscava soluções para o Departamento de Polícia Técnica de Valença, que conta com apenas dois médicos legistas e a falta de segurança pública, descambou para atos de vandalismos, com supostas infiltrações de baderneiros, e que não tinham nenhuma participação na origem do protesto. Com isto, aproveitadores resolveram saquear as lojas da família do prefeito.
Nesta sexta-feira, funcionários das lojas Guaibim ainda estavam assustados com os movimentos de pessoas. Os estabelecimentos fecharam as portas hoje e deverão abrir normalmente neste sábado.


Comentários fechados.

Notícias Relacionadas