quadrilha se deu mal em confronto com a policia .

Três integrantes da quadrilha que assaltou o Banco do Brasil de Formosa do Rio Preto, no Extremo Oeste da Bahia, foram mortos em uma troca de tiros com policias militares na quarta-feira (16) em Mateiros, município do Tocantins que faz divisa com a Bahia. Os assaltantes foram identificados como João Eudes Souza Rios, Valternei Cancio Miranda e Cristiano de Lima.

A operação resultou ainda na prisão de Edgar Silva Freitas. Ele está na 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Porto Nacional, em Tocatins, esperando autorização para ser transferido para Bahia. O Delegado Regional de Barreiras, André Aragão Lima, está à frente do caso.
Os corpos de João, Valternei e Cristiano foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Palmas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Tocantins, eles teriam resistido à prisão.
Com eles, foram apreendidos um revólver, cinco pistolas, a quantia de R$ 234.821,20 além de diversas munições, e uma caminhonete Toyota Hilux, que foi utilizada pelos assaltantes no assalto e na fuga.
Assalto e refénsA agência de Formosa do Rio Preta foi assaltada no dia 7 de fevereiro. Um dos co-autores, identificado como Amauri Silva Araújo foi preso em flagrante no dia 10 de fevereiro. Outros dois assaltantes que participaram da ação continuam foragidos.
Um funcionário e o gerente do banco foram feitos reféns durante o assalto. Eles ficaram em poder dos bandidos na fuga e liberados na saída do município.

Envie para um amigo
 

Comentários fechados.

Notícias Relacionadas