MENOR DE ALTA PERICULOSIDADE ENTREGA-SE A PROMOTORIA TEMENDO A MORTE .

Na tarde desta terça feira, por volta das 15h, o menor acusado de matar, Marildo Teles Nascimento, 25, com um tiro no rosto dentro da residência da vítima, procurou o Juizado de Menores para se entregar.

Com medo de ser morto pela polícia ou por outros marginais, o menor solicitou que o promotor da vara da infância e adolescência o acompanhasse até a delegacia, para isso ele foi recebido primeiro no ministério publico de Valença em sigilo e somente depois de vestido com colete a prova de balas e na presença do promotor e da coordenadora de polícia civil ele foi levado para a delegacia, de onde deve ser transferido nesta quarta feira para Salvador.
Segundo o promotor da vara da infância e adolescência Dr. Everado Yunes Pinheiro, o acusado, confessou os crimes, mas como é menor de idade, ele não deve ficar preso e sim internado em Salvador onde deve cumprir no Maximo três anos de internação em uma instituição de assistência ao menor.
Ainda segundo o promotor o menor não comete crime e sim “atos infracionais, comparado ao crime”, o promotor disse ainda que o papel dele é apenas e tão somente cumprir a lei, e é obrigação do estado garantir a integridade física do acusado.

Comentários fechados.

Notícias Relacionadas