Advogados aplicam golpe em pessoas com dívidas e que querem limpar o nome

Advogados aplicam golpe em pessoas com dívidas e que querem limpar o nome

Imagem: Reprodução / Fantástico / Globo

No Brasil, 63 milhões de pessoas não conseguiram pagar alguma dívida e estão com o nome sujo na praça. E esta situação tem favorecido um novo tipo de golpe que envolve advogados por todo o Brasil. Os profissionais procuram quem está negativado e prometem limpar seu nome, sem nenhum custo. O Fantástico procurou uma empresa que oferece o serviço para entender como funciona. O atendente explica: um advogado vai entrar na Justiça mentindo que a dívida não existe e mais: que houve cobrança abusiva de juros e o cliente está passando por constrangimento ao ficar com o nome sujo. O advogado, então, pediria uma indenização por danos morais e ficará com 50% do valor caso ganhe a causa. As vítimas, de origem humilde e até mesmo analfabetas, aceitam entrar com a ação e assinam uma procuração dando plenos poderes aos advogados, mesmo sem entender direito do que se trata. No fim, muitas acabaram com, além do valor original devido, multas milionárias por tentar enganar a Justiça. (Informações: G1)


Presidente da câmara de Vereadores é preso com drogas .

Vereador é preso com drogas na Bahia

presidente da Câmara de Vereadores de Valente, Djalma Santana (PSB), foi preso na cidade de Nova Fátima, enquanto tentava comprar drogas. A prisão foi feita por policiais da Rondesp Norte. Além de Djalma, o traficante responsável por fornecer drogas para o vereador, que não teve o nome divulgado, também foi preso. Na casa dele, foram encontrados celulares, dinheiro, uma arma e pinos de cocaína. O material foi apreendido pelos policiais. (Informaações e fotos: Bocão News)


Homem é morto por golpes de machado na zona rural de Valença

Um crime brutal ocorrido no dia 24/12 chocou a comunidade residente na localidade de Riacho grande, zona rural do município de Valença um homem identificado por Manoel Carmino dos santos, 67 anos foi morto por golpes de machado a policia militar e policia civil de Valença estiveram no local juntamente com a policia técnica realizando o levantamento cadavérico e o corpo foi encaminhado para autopsia no IML de Valença.

A divisão de homicídio da 5ª coopim sob o comando do delegado e coordenador José Raimundo Neri pinto estar investigando o crime, no local impera a lei do silencio e moradores afirmam não terem visto nada que possa ajudar a policia esclarecer o triste episodio,  a equipe do setor de inteligência de policia civil pede a ajuda da população afim de esclarecer o crime os números dos telefones do departamento da divisão de homicídio foram colocados a disposição da população 75.36418744/3641.8750 ou 181 você não precisa identificar-se  .

www.Reporterurgente.com.br


Ex-assessor confessa assassinato de ex-governador do ES por indenização

 

Logo após ter sido preso, o ex-assessor Marcos Venício Moreira Andrade, 66 anos de idade, confessou ter matado a tiros o ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata (MDB-ES).

Durante uma conversa informal com os policiais, o ex-assessor conta que cometeu o crime após ter uma discussão com Camata, em que o ex-governador disse que ele teria mesmo que sofrer com as consequências de um processo por calúnia, injúria e difamação.

 

De acordo com O Globo, o ex-assessor foi condenado no processo movido por Gerson Camata, a pagar R$ 60 mil de indenização ao ex-governador.

“Fui falar com ele. Disse, “Camata, esses R$ 60 mil que você bloqueou na minha conta”. Ele falou: “esse aí você já perdeu. Você tem que se f. porque você fez uma denúncia contra mim”. Nessa denúncia, ele perdeu a eleição. Ele não quis mais ser candidato. Ele falou “você já perdeu, você tem que tomar no rabo”. Fiquei surpreso com a atitude dele. Fui conversar com ele numa boa” afirmou o ex-assessor.

A polícia suspeita que Venício premeditou o crime. Já ele afirmou durante a conversa que só estava com a pistola porque precisava renovar o registro da arma e que não tinha intenção prévia de cometer o crime.

Andrade foi assessor do ex-governador por 19 anos, os dois romperam relações em 2005.


Justiça decreta prisão preventiva de nove acusados de fraude na saúde de Feira

Justiça decreta prisão preventiva de nove acusados de fraude na saúde de Feira

A Justiça decretou nesta quinta-feira (27) a prisão preventiva de nove pessoas acusadas de cometer fraudes na saúde pública da cidade de Feira de Santana. O grupo foi investigado a partir da Operação Pityocampa, conduzida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) e que apura desvios de milhões de reais (veja mais).

 

A decisão da juíza Silvia Lúcia Bonifácio Andrade Carvalho determinou a prisão preventiva de Haroldo Mardem Dourado Casaes, Salomão Abud do Valle, Helton Marzo Dourado Casaes, Robson Xavier de Oliveira, Januário do Amor Divino, Cléber de Oliveira Reis, Rogério Luciano Dantas Pina, Diego Januário Figueiredo da Silva e Aberaldo Rodrigues Figueiredo.

 

Segundo a juíza, as investigações demonstram a “complexa atividade criminosa de um grupo de pessoas, ora representados, que recebia recursos públicos destinados à saúde do Município de Feira de Santana de forma fraudulenta, através de diversas condutas criminosas, como fraude à licitação, falsidade ideológica, uso de ‘empresas de fachada’ para lavagem de capitais, além de superfaturamento de serviços e execução contratual fraudulenta”.

Fonte: Bahia Notícias


Acidente deixa duas crianças mortas na BA que liga Gandu a Piraí do Norte

Grave acidente deixa duas crianças mortas na BA-250, na região da zona rural de Piraí do Norte. Segundo o site Sul Bahia, a mãe das crianças perdeu o controle da direção e o veículo caiu na ribanceira, na tarde desta quarta-feira (26). As vítimas de prenome Júlia e Artur, 2 e 4 anos não resistiram aos ferimentos e morreram. Os corpos foram velados na Igreja Batista Nacional Maranata.


Elemento é preso acusado de tráfico de Drogas

Suspeito é preso por tráfico de drogas em Nazaré das Farinhas

No último sábado (22), por volta das 21h30 após uma ronda na Rua Volta do Tanque no bairro Mulungus em Nazaré, a guarnição avistou uma motocicleta modelo Honda CG 150 Fan, vermelha, placa NZW 7026 com dois homens. Que durante a abordagem foi encontrado com a dupla uma certa quantidade de drogas e dinheiro. Ambos foram apresentados na delegacia de Santo Antônio de Jesus.

(Informações Polícia Militar/ editado Voz da Bahia)


Gandu: Motorista é preso após abastecer e fugir sem pagar; veículo era roubado

A Polícia Rodoviária Federal interceptou na BR-101, no município de Gandu, no final da tarde dessa sexta-feira (21), um automóvel modelo Jeep Compass, com placa do Rio de Janeiro, no qual estaria um motorista que abasteceu o tanque do veículo no Posto Santo Antônio, também na BR-101, e fugiu sem pagar. O condutor estava acompanhado de uma mulher. O casal é de Pernambuco. A PRF constatou que o carro é roubado e usava uma placa clonada de outro veículo. Eles foram apresentados na delegacia de Gandu e após serem ouvidos, o delegado liberou a mulher e manteve preso o motorista. (Giro Ipiaú)

Justiça concede saída temporária de Natal a 320 presos na Bahia .

Em 2018, 320 presos serão beneficiados com a saída temporária de Natal na Bahia. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado (Seap-BA), só em Salvador são 79 detentos. Questionada sobre a data de saída dos presos e sobre o retorno,  a Seap, afirmou apenas que o dia em que as datas variam de acordo com cada Vara de Execução Penal e vai depender do dia que o juiz expedir a saída temporária.
Ao BNews, o promotor Edmundo Reis, coordenador da Unidade de Monitoramento da Execução da Pena e Medidas de Segurança do Ministério Público estadual (Umep), explicou que a saída temporária é um benefício concedido aos presos do regime semiaberto que tenham cumprido pelo menos 1/6 da pena e ostente boa conduta carcerária.
Segundo Reis, apesar de nem todos os presos beneficiados pela saída temporária estejam aptos ao convívio social, ele é um instrumento de ressocialização. “A meu ver, na prática, nem todos os presos que alcançam o regime intermediário e preenchem os requisitos da lei, efetivamente estão aptos ao retorno do convívio social.

Alguns vão evadir, outros irão se aproveitar da ocasião para o cometimento de novos crimes. É em face disso as contundentes críticas a esse instituto. Inclusive o Projeto de Lei do Senado (PLS) 31/2018 objetiva sua extinção”.

“Contudo, a saída temporária é um instrumento de ressocialização. O fundamento para este benefício a aferição do retorno gradual do apenado à sociedade e à sua família, que são os objetivos da própria pena. No mais, cerca de 94,5% dos presos que recebem tal benefício retornam para os presídios por livre e espontânea vontade, a demonstrar que não é esse instituto significativo para o crescimento da criminalidade”, pontuou o promotor.
De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), as saídas temporárias têm base na Lei de Execução Penal (Lei 7.210/84), em datas festivas. O juiz da Vara de Execuções Penais edita uma portaria com os critérios para a concessão do benefício, que só podem atingir, no máximo, quatro saídas por ano, com duração máxima de sete dias cada uma.
Os presos sob investigação ou respondendo a inquérito ou sanção disciplinar não têm direito ao benefício. Ainda segundo o CNJ, a saída temporária serve para estimular o convívio familiar e o respeito a mecanismos de disciplina.
Durante o período em que os presos estão em saída temporária, os órgãos de segurança pública de cada estado são responsáveis pelo monitoramento, sendo que o Judiciário pode determinar o monitoramento eletrônico.
Indulto Natalino X Saída de Natal
Muitas pessoas confundem a saída temporária de Natal com o indulto natalino, mas eles apresentam uma série de diferenças. O indulto natalino é instituído anualmente em dezembro por decreto do presidente da República, mas, ano passado, o indulto assinado por Michel Temer, que perdoava condenados por corrupção que tivesse cumprido um quinto da pena, gerou polêmica e acabou no Supremo Tribunal Federal (STF).
A Procuradoria-Geral da República recorreu a Suprema Corte, que começou o julgamento no fim de novembro. Apesar de a maioria ter votado pela constitucionalidade do indulto natalino, o ministro Luiz Fux pediu vista e suspendeu o julgamento indefinidamente.

PF cumpre mandado em escritório de advogado do agressor de Bolsonaro

PF cumpre mandado em escritório de advogado do agressor de Bolsonaro

Foto: Divulgação / Polícia Militar

A Polícia Federal de Minas Gerais cumpre na manhã desta sexta-feira (21) mandado de busca e apreensão no escritório de Zanone Manuel de Oliveira Júnior, um dos advogados de Adelio Bispo de Oliveira, que é o autor da facada contra Jair Bolsonaro (PSL), no dia 6 de setembro em Juiz de Fora (MG). Segundo o delegado responsável pelas investigações, Rodrigo Morais Fernandes, o objetivo da operação é apreender e periciar documentos, celulares e computadores para descobrir quem paga a defesa de Adelio. O delegado disse à reportagem que a polícia trabalha com a hipótese de que o advogado poderia estar sendo financiado por uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas ou por um grupo político. A operação faz parte das coletas de prova do inquérito 503, que investiga as circunstâncias em torno do atentado, focando na possibilidade de Adelio ter cometido o crime a mando de terceiros. Em outro inquérito, já foi concluído, a PF afirma que, no dia do crime, Adelio agiu sozinho. Zanone Manuel de Oliveira Júnior é conhecido por ter atuado em casos famosos como o da morte de Eliza Samudio, ex-namorada do goleiro Bruno, e da morte da missionária Dorothy Stang. Em setembro, Zanone disse que estava sendo pago por uma pessoa que lhe pediu que sua identidade fosse preservada.​ Em depoimento após a prisão em flagrante, Adelio disse que atacou Bolsonaro por divergências políticas. O agressor é réu em uma ação pelo crime de “atentado pessoal por inconformismo político”, descrito no artigo 20 da Lei de Segurança Nacional. Ele está preso preventivamente na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). A reportagem tentou entrar em contato com o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, mas até a publicação deste texto não obteve resposta. (Varela)