IBOPE: Bolsonaro, 22%; Marina, 12%; Ciro, 12%; Alckmin, 9%; Haddad, 6%

 IBOPE: Bolsonaro, 22%; Marina, 12%; Ciro, 12%; Alckmin, 9%; Haddad, 6%

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) oscilou dois pontos porcentuais para cima em duas semanas e, com 22% das intenções de voto, segue na liderança da corrida presidencial, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta quarta-feira (5). Ciro Gomes (PDT) subiu três pontos, de 9% para 12%, e empatou numericamente com Marina Silva (Rede), que manteve o patamar do levantamento anterior, divulgado no dia 20 de agosto. A preferência pelo tucano Geraldo Alckmin, detentor de quase metade do tempo do horário eleitoral gratuito e representante da maior coligação da disputa, passou de 7% para 9%. Na primeira pesquisa depois de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter barrado a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o petista Fernando Haddad aparece com 6%, dois pontos acima do registrado no levantamento anterior do Ibope. Inscrito originalmente como vice de Lula, Haddad deve assumir em breve o posto de titular da chapa. As entrevistas da pesquisa começaram a ser feitas no sábado (1º), um dia após o início do horário eleitoral – não houve, portanto, tempo para captar completamente a intensidade do impacto da propaganda dos candidatos no rádio e na TV.

Vamos aos números: 

Jair Bolsonaro (PSL): 22%
Marina Silva (Rede): 12%
Ciro Gomes (PDT): 12%
Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
Fernando Haddad (PT): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Vera (PSTU): 1%
João Goulart Filho (PPL): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 21%
Não sabe/não respondeu: 7%


Lula recorre ao Supremo para ser candidato à Presidência

O ex-presidente Lula participa da comemoração do aniversário do PT – Edilson Dantas/22-2-2018
PUBLICIDADE

BRASÍLIA — A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou na noite desta terça-feira que apresentou um pedido liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir que ele possa participar da eleição presidencial deste ano. O objetivo é reverter decisão tomada aa madrugada do último sábado pelo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que barrou sua candidatura e o proibiu de ser apresentado como candidato na propaganda eleitoral.

 

No TSE, o principal argumento dos advogados da chapa foi o de que o Brasil deve cumprir tratados e decisões internacionais, incluindo uma recomendação do Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) favorável à candidatura de Lula. No STF, o pedido da defesa também se baseia nessa recomendação

“Não cabe aos órgãos judiciários brasileiros sindicar as decisões proferidas pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU, mas, sim, dar cumprimento às obrigações internacionais assumidas pelo Brasil”, diz trecho de nota assinada pelos advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Zanin Martins, que defendem Lula.

A defesa do ex-presidente também apresentou petição ao Comitê de Direitos Humanos da ONU, na noite desta segunda-feira. Os advogados do petista pediram que o órgão reitere a decisão tomada no último dia 17 de agosto, de recomendar, em caráter liminar, que o Estado permita a manutenção da candidatura de Lula à Presidência da República. O Comitê havia recomendado ao Brasil, em 17 de agosto, que a candidatura fosse mantida.

Por seis votos a um, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitaram o pedido de registro de candidatura do ex-presidente Lula e proibiram que ele faça campanha como candidato. Os ministros entenderam que a decisão do Comitê internacional não tem efeito vinculante.


POLÍTICA: Encontro de lideranças traz à Valença neste sábado o pré-candidato ao governo da Bahia José Ronaldo

O pré-candidato ao governo do Estado da Bahia José Ronaldo (DEM) estará em Valença, Baixo Sul do Estado, no próximo sábado (16) às 09 horas, no Ginásio de Esportes do Colégio Advento na Praça da Bandeira no bairro do Tento para participar de um Encontro Regional de Lideranças com as presenças do prefeito de Salvador e presidente Nacional do Democratas, ACM Neto; os deputados federais José Carlos Aleluia (DEM), Jutahy Magalhães Junior (PSDB) e Irmão Lázaro; e o deputado Estadual Hildécio Meireles (PSC), também foram convidados outros deputados e lideranças comunitárias.
Os encontros regionais fazem parte da pré-campanha de José
Ronaldo e já aconteceram em Feira de Santana e outras regiões do Estado. De acordo com as lideranças, o momento político que antecede a campanha eleitoral é importante para que a sociedade conheça o perfil do pré-candidato.
A agenda de José Ronaldo tem seguido uma rotina extensa. No mês de junho ele já visitou as cidades de Barra e Luís Eduardo Magalhães (07), Serrolândia (09), Campo Formoso (10), Xique-Xique (11). Nesta terça ele estará em Serrinha e na quarta em Jequié.
José Ronaldo foi vereador, prefeito de Feira de Santana por quatro vezes, deputado federal e é pré-candidato ao governo da Bahia pelo DEM em 2018. por Magno Jouber

Petrobras eleva preço da gasolina em 2,25% nas refinarias

A Petrobras anunciou a elevação de 2,25% no preço da gasolina comercializada nas refinarias. Com a alta, o litro da gasolina A nas refinarias passará de R$ 1,9671 para R$ 2,0113, a partir deste sábado (2), segundo informou a companhia. Trata-se da 2ª alta seguida após uma sequência de 5 quedas. Na quarta-feira, a estatal havia anunciado aumento de 0,74% no preço da gasolina. Na terça-feira, os preços tinham sido reduzidos em 2,84%. Desde o início de maio, já foram anunciadas 14 altas e 6 quedas no preço da gasolina. Em 1 mês, o combustível acumula alta de 11,29% nas refinarias.

Sem Lula, Bolsonaro lidera pesquisa na Bahia

O Instituto Paraná Pesquisas divulgou na manhã desta quarta-feira (30) a mais nova pesquisa eleitoral para presidente com eleitores na Bahia. De acordo com o levantamento, sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) aparece na frente com 19,7% das intenções de voto, seguido por Marina Silva (Rede), com 18,6%; Ciro Gomes (PDT), 13,8%; e Geraldo Alckmin (PSDB), 5%. Já com a presença do petista, Lula lidera com 43,4%, seguido por Bolsonaro, 16,8%; Marina Silva, 8,3%. O levantamento Paraná Pesquisas ouviu 1.540 eleitores entre os dias 23 e 28 de maio e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob nº BA-08989/2018. Possui margem de erro de 2.5% para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%. *Bahia Notícias

Segurança diz que Lula esteve em Atibaia em 72 finais de semana

Foto: Reuters / Ueslei Marcelino
O tenente Valmir Moraes da Silva, da equipe de segurança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse ao juiz Sergio Moro nesta quarta (30) que Lula esteve no sítio de Atibaia (SP) em 72 finais de semana, de 2012 a 2015. Ele prestou depoimento como testemunha de defesa no processo que investiga se Lula se beneficiou de R$ 1,02 milhão em benfeitorias no sítio, que teriam sido pagas pelas construtoras Odebrecht e OAS. O Ministério Público Federal acusa o petista de ser o verdadeiro dono do imóvel, que está no nome do empresário Fernando Bittar. Valmir disse que fez o levantamento por curiosidade, após ver relatos na imprensa de que o ex-presidente teria estado no sítio em mais de cem finais de semana. Segundo ele, Lula levava uma bolsa de mão, com shorts, camiseta e agasalho, e retornava para casa com as roupas. O segurança também afirmou que, desde o primeiro momento, ficou sabendo que o imóvel pertencia a Fernando Bittar. De acordo com ele, sempre que havia algum problema no sítio, a mulher de Lula, Marisa Leticia, dizia para ligar para o empresário. O tenente disse, ainda, que Marisa, morta em fevereiro de 2017, levava bichos para o sítio e cuidava de uma horta no local. Questionado, Valmir relatou que Bittar e Fabio, filho de Lula, pediram ajuda para que avaliasse um projeto para a instalação de câmeras no sítio. Foi anexado aos autos do processo um email trocado entre Bittar e o segurança, no qual os dois combinam uma reunião para tratar do tema. Com informações da Folhapress. (NM)

Presidente do PSC reafirma candidatura de Irmão Lazaro ao Senado e descarta vice

Presidente do PSC reafirma candidatura de Irmão Lazaro ao Senado e descarta vice

Foto: Reprodução

O presidente estadual do PSC, Eliel Santana, reafirmou nesta quinta-feira que o partido pode ter candidatura avulsa ao Senado. O nome é do deputado federal Irmão Lazaro, o terceiro mais votado na eleição passada. “Nosso desejo é o de apoiarmos Zé Ronaldo e estármos na chapa em uma das vagas ao Senado. Se não for possível, lançaremos a candidatura de Lazaro ao Senado de forma avulsa”, disse Eliel Santana ao BNews. O nome de Lazaro já vinha sendo citado por integrantes do DEM, partido do prefeito ACM Neto e de José Ronaldo. A leitura feita é a de que o deputado teria chances reais de chegar à Casa Alta do Congresso Nacional. Ainda sem negociações em andamento com José Ronaldo, Eliel Santana diz que o partido decidiu pela candidatura ao Senado. Não interessando disputar a chapa na vaga de vice-governador. “Nunca tratamos dessa possibilidade, de ter um nome para vice. Discutimos internamente e achamos viável o Senado”, afirmou. Nesta sexta-feira (25), com a desistência do deputado João Gualberto (PSDB) em disputar o Palácio de Ondina, será oficializada a união da oposição, em evento no Fiesta, às 10h. De certo, apenas a garantia de dois nomes na chapa. Jose Ronaldo como governador e Jutahy Jr (PSDB) que tentará uma das vagas ao Senado. Partidos como PRB e Solidariedade também tentam emplacar nomes para  chapa. (BNews)


Mais greves chegando . Petroleiros anunciam greve de 72 horas a partir da próxima quarta-feira

Petroleiros anunciam greve de 72 horas a partir da próxima quarta-feira

Foto: Divulgação

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e seus sindicatos filiados decidiram neste sábado (26) entrar em greve nacional de 72 horas a partir de 0h da próxima quarta-feira (30). A categoria cobra diminuição dos preços do gás de cozinha e dos combustíveis. Além disso, pede a saída do presidente da Petrobras, Pedro Parente, que, “com o aval do governo Michel Temer, mergulhou o país numa crise sem precedente”, de acordo com nota divulgada pela FUP. Para este domingo (27) os trabalhadores planejam realizar atrasos e cortes de rendição nas quatro refinarias e fábricas de fertilizantes que estão em processo de venda, inclusive na Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia (Fafen-BA), localizadas em território baiano. “A atual política de reajuste dos derivados de petróleo, que fez os preços dos combustíveis dispararem, é reflexo direto do maior desmonte da história da Petrobrás”, criticou a FUP no comunicado deste sábado (26).


Acesso a bases de distribuição de combustíveis continua fechado na Bahia, diz sindicato

O presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus, afirmou neste sábado (26) que, apesar da redução na quantidade de bloqueios em estradas feitos pelos caminhoneiros no estado, o acesso às bases distribuidores de combustíveis para os postos se mantém fechado.  Com isso, o desabastecimento nos estabelecimentos continua. “Em Salvador e no estado, a situação não mudou nada. O que conseguiu sair foi uma pequena carga para atender situações emergenciais. Essa carga não foi direcionada para os postos “, explicou o presidente da entidade, em entrevista ao Bahia Notícias. Segundo Tannus, a pouca quantidade de carga saída das bases foi enviada ao governo do Estado, por meio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e ambulâncias, além da prefeitura de Salvador. Ainda segundo o dirigente sindical, na Bahia, há apenas uma pequena reserva de óleo diesel nos postos, justamente porque os caminhões, que utilizam o combustível, estão parados nas manifestações. Ele ainda lamentou a falta de perspectiva de normalização da situação. “Precisamos dos governos para dar garantia para que os caminhões saiam e que os motoristas queiram fazer isso”, pediu.  (BN)

Energia elétrica em Junho ficará mais cara

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (26) que a bandeira tarifária em junho ficará no segundo patamar da cor vermelha, o mais alto. Com isso, as contas de energia terão cobrança extra de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Em maio, a bandeira em vigor é a amarela, com cobrança de R$ 1 a cada 100 kWh. Segundo a Aneel, com o fim do período de chuvas, os reservatórios do Sul apresentaram redução no volume, o que impacta no custo de geração de energia. Com menos água nos reservatórios, aumenta o uso de usinas termelétricas, que geram energia a um custo maior. Além disso, a previsão de chuvas é baixa quando comparada à média histórica, informou a Aneel. Em 2018 a bandeira havia ficado verde de janeiro a abril, mudando para amarela em maio.