Bahia perde em casa por 1 a 0 para Flamengo e entra no Z-4

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

Há cinco rodadas sem sentir o sabor do triunfo, o Bahia não conseguiu fazer o seu dever de casa ao perder por 1 a 0 para o Flamengo, neste domingo (25), na Arena Fonte Nova.

Com o placar negativo, o Tricolor fechou a 10ª rodada do Campeonato Brasileiro na 17ª posição na tabela e entrou na zona de rebaixamento, com 10 pontos na competição.

Primeiro tempo – A primeira boa chegada do Tricolor aconteceu aos 9 minutos de jogo. O volante rubro-negro Willian Arão se complicou com a bola e deixou Zé Rafael recuperar a posse para o Bahia. O atacante arriscou um chute, mas foi pra fora. A resposta do Flamengo veio logo em seguida. Aos 13, Allione tentou cruzar, mas mandou a bola nos pés de Diego, que preferiu trabalhar com Guerrero no lance. O peruano girou bem pra cima da marcação, mas chutou fraquinho, em cima de Jean.

Aos 21, mais uma boa aproximação dos donos da casa. Zé Rafael tentou invadir a área pelo meio, mas foi derrubado por Guerrero. Juninho cobrou a falta, porém chutou em cima da barreira. O jogo começou quente na Fonte Nova. Aos 24, o árbitro deu cartão amarelo para Lucas Fonseca e expulsou o preparador de goleiros do Bahia, ambos por reclamação. Aos 29, mais bola na área do Flamengo. Após cobrança de escanteio, a bola passeou em frente à meta da equipe carioca, o que assustou os adversários.

Expulsão no time do Bahia: aos 30 minutos, o zagueiro Lucas Fonseca chegou com os pés no peito do atacante Guerrero, que retribuiu com um empurrão. Ambos tomaram cartão amarelo, mas o defensor do Esquadrão levou a pior porque já havia sido advertido na partida e teve que ir mais cedo para o vestiário. Na confusão, o lateral Matheus Reis também levou o seu amarelo por reclamação. Sem um dos zagueiros em campo, o técnico Jorginho fez a primeira substituição em sua equipe: o meia Vinícius saiu para a entrada de Rodrigo Becão.

Aos 36, Zé Rafael roubou a bola pelo meio, avançou em velocidade e bateu rasteiro. No entanto, o goleiro Thiago estava esperto na jogada e caiu para fazer a defesa. Um minuto depois foi a vez do time carioca. Guerrero recebeu na entrada da área, e bateu em direção ao gol. Para a sorte do Bahia, a bola perdeu força e Jean ficou com ela sem grandes esforços. Aos 43, Allione levantou o torcedor na Fonte Nova. O meia fez grande jogada e tabelou com Edigar Junio. O argentino chutou colocado e por pouco Thiago não conseguiu evitar o gol. Passados os acréscimos, o juiz encerrou a primeira etapa. Os primeiros 45 minutos do jogo foram marcados pelas confusões dentro e fora das quatro linhas.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

Segundo tempo – O Tricolor iniciou a etapa final com mais uma alteração feita por Jorginho: Edigar Junio saiu para a entrada do colombiano Mendoza. Aos 3 minutos, Guerrero chutou uma bola cruzada, mas foi direto para a linha de fundo. Passados dois minutos, susto na Fonte Nova. O goleiro Jean quase entregou o ouro com uma bola recuada. O arqueiro demorou pra jogar e, por muito pouco, Guerrero não roubou.

Aos 9, o Bahia fez uma boa troca de passes e conseguiu arrancar uma falta na entrada da área adversária. Juninho cobrou com veneno, e quase abriu o placar. O chute foi o bastante para levantar a massa azul, vermelha e branca no estádio.

Aos 18, quase o Rubro-Negro abriu o marcador. O estreante Éverton Ribeiro levantou na área e, após bobeira da defesa tricolor, Guerrero se esticou todo para tentar empurrar a bola para o fundo do gol. O Esquadrão devolveu logo em seguida com o atacante Mendoza. Aos 23, o jogador tentou com um chute forte de fora da área. Thiago tentou encaixar, mas a bola escapou do seu domínio e foi para escanteio.

Aos 27, gol do Flamengo na Fonte Nova. O meia Éverton Ribeiro tentou a finalização, mas mandou nos pés de Berrío. Dentro da área, o atacante bateu cruzado, e não deu chances para Jeanzinho. Festa da torcida rubro-negra no estádio.

Com os ânimos a flor da pele, o técnico Jorginho também foi expulso após reclamar com a arbitragem do duelo. Sem grandes jogadas, o juiz apita o fim do confronto. 1 a 0 para a equipe rubro-negra na Fonte Nova.

Sequência – Agora, o próximo compromisso do Tricolor no Campeonato Brasileiro será contra o rival Vitória, no próximo domingo (2), às 16h, pela 11ª rodada da competição, no Barradão.


Comentários fechados.

Notícias Relacionadas