PF cumpre mandado em escritório de advogado do agressor de Bolsonaro

PF cumpre mandado em escritório de advogado do agressor de Bolsonaro

Foto: Divulgação / Polícia Militar

A Polícia Federal de Minas Gerais cumpre na manhã desta sexta-feira (21) mandado de busca e apreensão no escritório de Zanone Manuel de Oliveira Júnior, um dos advogados de Adelio Bispo de Oliveira, que é o autor da facada contra Jair Bolsonaro (PSL), no dia 6 de setembro em Juiz de Fora (MG). Segundo o delegado responsável pelas investigações, Rodrigo Morais Fernandes, o objetivo da operação é apreender e periciar documentos, celulares e computadores para descobrir quem paga a defesa de Adelio. O delegado disse à reportagem que a polícia trabalha com a hipótese de que o advogado poderia estar sendo financiado por uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas ou por um grupo político. A operação faz parte das coletas de prova do inquérito 503, que investiga as circunstâncias em torno do atentado, focando na possibilidade de Adelio ter cometido o crime a mando de terceiros. Em outro inquérito, já foi concluído, a PF afirma que, no dia do crime, Adelio agiu sozinho. Zanone Manuel de Oliveira Júnior é conhecido por ter atuado em casos famosos como o da morte de Eliza Samudio, ex-namorada do goleiro Bruno, e da morte da missionária Dorothy Stang. Em setembro, Zanone disse que estava sendo pago por uma pessoa que lhe pediu que sua identidade fosse preservada.​ Em depoimento após a prisão em flagrante, Adelio disse que atacou Bolsonaro por divergências políticas. O agressor é réu em uma ação pelo crime de “atentado pessoal por inconformismo político”, descrito no artigo 20 da Lei de Segurança Nacional. Ele está preso preventivamente na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). A reportagem tentou entrar em contato com o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, mas até a publicação deste texto não obteve resposta. (Varela)


Final de ano: 1,2 milhão de veículos devem circular pelas BRs 324 e 116

Foto: Divulgação/ViaBahia
Foto: Divulgação/ViaBahia

 

Fim de ano é tempo de muitos pegarem a estrada. Momento de rever familiares e amigos que moram distante. É neste período de grande fluxo de veículos nas rodovias que a atenção deve ser redobrada.

Para garantir que a ida e a volta sejam tranquilas, a VIABAHIA Concessionária de Rodovias S/A realiza, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Operação Fim de Ano 2018/2019.

A previsão é que mais de um milhão e duzentos mil veículos circulem pela BR-324 – rodovia Engº Vasco Filho (entre Salvador e Feira de Santana) e BR-116 – rodovia Santos Dumont (entre Feira de Santana até a divisa com Minas Gerais) durante o período festivo, compreendido entre os festejos natalinos e o Réveillon.

Operação Natal – Inicia às 12h desta sexta-feira (21) as 23h59 do dia 25 de dezembro.

Operação Fim de Ano – Durante o Réveillon Inicia às 12h dia do dia 28 de dezembro às 23h59 do dia 1º de janeiro de 2019.

A VIABAHIA disponibilizará todos os recursos operacionais disponíveis aos usuários, tais como guinchos leves e pesados, unidades de atendimento pré-hospitalar, unidades de inspeção de tráfego, caminhões-pipa (para combate a incêndio) e caminhões para captura de animais.

A operação é coordenada pelo Centro de Controle Operacional (C.C.O.), que identifica as ocorrências através de câmeras de monitoramento (CFTV) e das viaturas de inspeção, garantindo mais segurança e agilidade nas ações.

Durante o período festivo não haverá obras com restrição de pista, a não ser em caráter emergencial, devidamente alinhado com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).


MP investiga nomeação de Silvano Salles como secretário

Foto: Roberto Viana/ Ag. Haack/ bahia.ba
Foto: Roberto Viana/ Ag. Haack/ bahia.ba

 

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) abriu uma investigação para apurar a suposta prática de improbidade administrativa pelo prefeito da cidade de Teodoro Sampaio na nomeação do cantor Silvano Salles como secretário de Esportes.

O inquérito civil nº10/2018 foi aberto na quarta-feira (19). O bahia.ba tentou contato com o cantor, mas não conseguiu retorno até a publicação. A reportagem também não conseguiu contato com a prefeitura.

O MP-BA abriu a apuração após representação do vereador Jose Nilton de Sousa, conhecido como Boi Pisou (PSD), e Valdir Duarte (PSB). São investigados o próprio prefeito, José Alves da Cruz, o cantor, e também o Município.

Silvano Salles foi nomeado em março do ano passado. O prefeito, conhecido como Bitinho, é ex-empresário de Silvano.


Estimativa do prêmio da Mega da Virada aumenta para R$ 280 milhões

Foto: Reprodução/Diário dos CamposFoto: Reprodução/Diário dos Campos

 

O prêmio da 10ª edição da Mega da Virada pode chegar a R$ 280 milhões. Sem apostadores vencedores no último sorteio regular, realizado na noite desta quinta-feira (20) em Conselheiro Pena (MG), o valor acumulado passou a compor a premiação principal da edição especial.

As apostas exclusivas para a Mega da Virada começam nesta sexta-feira (21), quando todas as apostas registradas passam a concorre ao sorteio especial de fim de ano, inclusive os registrados em volantes regulares da Mega. A 10ª edição do concurso especial tem prêmio estimado em R$ 280 milhões.

Caso apenas um ganhador leve o prêmio da Mega da Virada e aplique todo o valor na Poupança da CAIXA, receberá mais de R$ 1 milhão em rendimentos mensais. O dinheiro do prêmio é suficiente para adquirir duas ilhas particulares com iates de luxo.


PORTARIAS DEFINEM DATAS QUE PROÍBE CAPTURA, TRANSPORTE, COMERCIALIZAÇÃO E BENEFICIAMENTO DO GUAIAMUM E O CARANGUEJO

PORTARIAS DEFINEM DATAS QUE PROÍBE CAPTURA, TRANSPORTE, COMERCIALIZAÇÃO E BENEFICIAMENTO DO GUAIAMUM E O CARANGUEJO

Duas portarias emitidas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) restringe períodos e estabelece regras para captura do guaiamum (Cardisoma guanhumi) e o caranguejo (Brachyura), durante o período da andada. A Portaria 38, de 26 de julho proíbe a captura, transporte, comercialização e beneficiamento do guaiamum nos seguintes períodos durante o ano de 2019: de 07 a 13 de janeiro, de 23 a 29 de janeiro; de 06 a 12 de fevereiro e de 21 a 27 de fevereiro; de 06 a 14 de março e de 22 a 28 de março; de 07 a 13 de abril e de 21 a 27 de abril; de 08 a 12 de maio e de 20 a 26 de maio.
A Portaria 06, de 16 de janeiro de 2017 faz referências à proibição, também de captura, transporte, comercialização e beneficiamento do caranguejo Uça durante o período da andada. As datas pré-definidas pelo MMA são: de 06 a 11 de janeiro; de 22 a 27 de janeiro; de 05 a 10 de fevereiro; de 20 a 25 de fevereiro; de 07 a 12 de março e de 21 a 26 de março.
A andada é o período de reprodução das espécies quando saem de suas tocas para acasalar, ficando frágeis e de fácil captura.
A Secretaria do Meio ambiente de Valença está fazendo uma campanha educativa, inclusive nos pontos de vendas dos crustáceos, também em bares e restaurantes que comercializam as iguarias.


Angélica e Padre Fábio de Melo soltam a voz em karaokê

Angélica e Padre Fábio de Melo soltam a voz em karaokê

Um momento de muito lazer e descontração nas férias de Angélica e Padre Fábio de Melo foi registrado pelo marido da apresentadora, Luciano Huck, e postado nas redes sociais. Os dois soltaram a voz na casa da apresentadora, em um karaokê, cantando ‘Alma Gêmea’, do Fábio Jr, e mostraram muita afinação. O apresentador ainda usou as hashtags férias e karaokê na legenda da publicação. (Noticias ao Minuto)


STJ ordena que responsável por morte do filho de Cissa Guimarães volte a prisão

STJ ordena que responsável por morte do filho de Cissa Guimarães volte a prisão

Foto: Reprodução / Instagram

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que o responsável por atropelar e causar a morte de Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães, retorne ao cumprimento do regime semiaberto, de acordo com informações do colunista Lauro Jardim, do O Globo. Rafael Bussamra foi condenado a três anos e seis meses, mas tinha sido beneficiado em 2016 por decisão Tribunal de Justiça do Rio a cumprir a pena prestando serviços à comunidade. A determinação do STJ, que reverteu a situação do condenado, fará com ele volte ao regime semiaberto graças ao atendimento de um recurso especial do Ministério Público do Rio de Janeiro. Além de Rafael Bussamra, o pai do atropelador, Roberto Bussamra teve sua pena determinada na decisão. Ele deverá cumprir três anos e 10 meses também no regime semiaberto por ter cometido corrupção ativa no caso. Roberto, na época, subornou policiais para que o filho não fosse preso em flagrante. Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães com o músico Raul Mascarenhas morreu no ano de 2010 ao sofrer um atropelamento em um túnel interditado no Rio de Janeiro. No momento, ele estava com os amigos andando de skate pela região, quando foi surpreendido por Rafael Bussamra que participava de um “pega”.  (Bahia Notícias)